• Categorias

  • Arquivos

  • Agenda

    julho 2009
    D S T Q Q S S
    « jun   ago »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  

Crítica Literária: O Ciclo da Herança

Escrita por Christopher Paolini, a saga denominada de O Ciclo da Herança já conta com três livros publicados: Eragon (2003), Eldest (2005) e Brisingr (2008). Hoje os fãs da série já se colocam no aguardo da vinda do quarto e (provavelmente) último volume da série, ainda sem nome confirmado (alguns rumores apontam para o título Empire).

A fantasia de O Ciclo da Herança bebe na fonte abundante de J. R. R. Tolkien, autor do clássico O Senhor dos Anéis, ao localizar uma infinidade de personagens em uma terra medieval, onde os combates de capa e espada eram decididos por numerosos exércitos, pela habilidade pessoal em magia e, principalmente, pelos dragões e seus cavaleiros de dragão (ou deveria ser dragonleiros!!! rsrs).

Em apertada síntese, eis o enredo: para apaziguar as raças da Alagaësia (uma espécie de continente), que viviam infindáveis conflitos ideológicos e territoriais, houve um pacto entre dragões e elfos para a criação dos cavaleiros de dragão, uma ordem que zelaria pela paz e justiça entre os povos. Infelizmente um jovem cavaleiro chamado Galbatorix se volta contra sua própria irmandade, extinguindo os cavaleiros de dragão e se proclamando o rei e ditador da Alagaësia. Com a morte de todos os dragões, menos o seu, é claro, Galbatorix se apoderou dos últimos 3 ovos de dragão ainda existentes no intuito de formar cavaleiros, escravos aos seus interesses, desvirtuando a ordem original. É neste universo que surge Eragon, um jovem cavaleiro de dragão que se vê metido no conflito entre o rei tirano e os Varden (a organização dos povos livres e opositores ao império). Sob os ensinamentos de Brom, um sábio guerreiro, Eragon aprende como utilizar magia através de uma língua antiga, descobre as marcas obscuras de sua genealogia, e, se prepara juntamente com o seu dragão fêmea Saphira, para combater o rei e seu dragão negro de nome Shruikan.

Na realidade, a fórmula da obra como um todo é bastante conhecida de todos nós. É como guardar em uma mesma gaveta o livro O Senhor dos Anéis e os filmes de Star Wars, dadas as trajetórias e as características dos protagonistas. Claramente se extrai elementos de ambos (que foram, certamente, grandes influências para Christopher Paolini) como o herói ingênuo que possui uma arma única contra o opositor de seu povo, o sábio mentor, o inimigo que traiu a própria irmandade, a sedução que ambos os lados imprimem ao jovem cavaleiro, entre outros tantos.

Confesso que iniciei a leitura de Eragon bastante empolgado com a sua premissa, a leitura era fácil e rápida, a trama se desenrolava de forma bastante natural e sem “forçar a barra”: Era um livro escrito para jovens, despretensioso. Infelizmente as características que me chamaram a atenção no primeiro volume, não se repetiram nos demais. Para alguns fãs pode ser uma virtude, mas acredito que em Eldest e Brisingr, o autor quis dar uma profundidade desnecessária à trama e aos seus personagens, tornando a história lenta e enfadonha, inclusive, estendendo o projeto inicial de uma trilogia para quatro livros. Diferentemente do que acontece na saga de Harry Potter, o amadurecimento dos livros posteriores a Eragon não se apresenta natural, e sim, imposto. Mas há quem louve, repita-se, a mudança de direção. EU NÃO!

A saga também rendeu um filme: Eragon (2006), que eu gostaria de não ter assistido. Após terminar a leitura de Brinsingr, entendo o porquê da franquia cinematográfica não ter prosperado, uma vez que a adaptação já lançada conflita com muito dos acontecimentos havidos nos dois derradeiros volumes literários. É uma pena que Christopher Paolini tenha permitido tudo isso acontecer. Mas como a minha curiosidade é morbidamente masoquista, ainda quero saber como tudo irá acabar em Empire.

Anúncios

11 Respostas

  1. Eragon esta que nem Heroes, a gente continuar acompanhando pra saber que fim levará…rs
    Concordo com o que disse do 2 e 3 livro não terem a mesma dinâmica do primeiro, o que fica mais tedioso são as partes do Roran, ele não é útil para nada…rs
    Ele tem a mania do Dan Brown fazer capítulos de histórias paralelas, que até podem ter haver com a história, mas não com o que realmente é necessário.
    Essa série é bom, mas as Cronicas do Mundo Imerso é bem melhor, o autor do Erabom usa muitas referências a Starwars, senhor dos anéis, Harry Potter, e por ai vai, parece que ele não tem muita criatividade as vezes. No começo eu até havia cogitado que Galbatorix era o pai do Eragon, mas ainda bem que não é.

  2. Putz Rapha! Dando spoiler do livro! xD

    Li o Eragon e gostei bastante. E vê que nem sou muito de ler. Achei a aventura muito divertida, na medida certa de ação, drama e fantasia… Acabei nem lendo Eldest (muito menos o terceiro com nome impronunciável) justamente pelo monte de gente falando mal.

    É uma pena esse efeito “Matrix” que está se espalhando cada vez mais por aí.

  3. Li todos os livros! achei uma leitura adoravel e fantastica!

    Não me arrependo um semtimetro e não cretico ou autor. Mas morre de raiva do diretor de Eragon assim como morro de raiva do diretor de Crespusculo.
    Concordo que o preimeiro e o segundo livro não tiveram tanto ‘poder” quando o segunda mas ainda assim é uma leitura arrebatadora.

  4. Tenho que concordar em algumas afirmações, Eragon foi (até agora) o melhor livro, Eldest foi um pouco cansativo devido as estórias paralelas, como p. ex. as partes das aventuras de Roran, acredito que o primo do Eragon terá um importante no final da saga, uma vez que ele (Eragon) acredito que vai embora de Alagaesia para nunca mais voltar….Brisingr foi extremamente chato uma vez que a estoria ficou envolvida com muita politica, como p. ex. no novo lider dos anoes….mas alguns pontos interessantes e relevante…Brom sendo o pai de Eragon….como Galbatorix é poderoso devido as corações dos dragoes, esses detalhes explicam muitas coisas…espero que o ultimo livro explique tudo, e que não seja chato….ah, concordo que o filme não tem nada ver com o livro, tem otimos efeitos especiais, mas os personagens não tinha perfil igual ao livro….parece que Eragon(filme) é um Batman, muito poderoso…no livro é o contrario, ele possui os poderes devido a ligação com Saphira, e cheio de duvidas…..eu acho na minha vã ignorancia que o filme poderia ter sido muito melhor…estou aguardando o ultimo livro e espero que também que responda todas as questoes levantadas.

  5. Curti o livro pra caramba… o 1º foi de arrebentar, mudou minha vida. o 2º foi o q eu menos gostei, mas confesso q gostei mais das aventuras de Roran e o pessoal de carvahal roubando o navio do que Eragon e a enrolaçao com o Oromis… o 3º eu gostei tanto quanto o 1º, mas nao foi a msm coisa. no primeiro o eragon tah fraco, no segundo ele treina, no terceiro ele tah fódao, gostei do fato de os inimigos serem sempre mais fortes, fika chato quando o poder do eragon supera os demais ao redor dele… nao tem graça nenhuma matar 10000000 homens sem nenhum esforço em dois segundos…

    o livro eh bom msm, principalmente o 1º… nao vejam o filme antes de ler os dois primeiros.
    nada de devastador nos livros. sou mais a Triologia da Busca do Graal do Bernard Cornwell. mas digo com toda certeza… gostei mais de eragon q harry potter…

  6. @Zero

    Você disse “nao vejam o filme antes de ler os dois primeiros.”; Eu digo: NUNCA vejam o filme! Hehehe

  7. Na minha opiniao ele e um grande escritor, ainda nao aprendeu foi a resumir um pouko mais a sua historia, porqur houve algumas coisas que eram desnecessarias para a historia, quanto a parte de alguns dizerem que a historia de roran nao interessa nao e bem assim, se virmos bem ele nao e bem um personagem secundario, digamos que esta entre personagem principal e secundario, e quem leu o terceiro livro sabe que roran vai desempenhar um papel importante ao lado de eragon.
    e quanto ao filme tambem nao afirmo que nao o vejam, porque e muito diferente da historia e personagens nao revelam aparencia disignadas no livro.
    para mim 15 minutos de filme foi o suficiente para apanhar uma grande desilusao.

  8. Você só confundiu quando disse que o dragão de Galbatorix não morreu. Na verdade o dragão dele morreu sim, foi isso que o deixou revoltado e o fez dominar outro dragão… o resto da história a gente conhece.

  9. Mas nem tem discussão Eragon é o livro mais fascinante e legal que já li. mudou minha vida² ( se christopher paolini não for vegetariano eu mato ele ) rsrsrs. Eu odiei o filme. Primeiro u assisti o filme na globo. Daí apaixonei-me pelo filme. Mas quando lí os livros persebi que o filme não tem nada a ver só copia os personagens e o dragão. (fikei descepcionada) mas aconselho qualquer um a ler todos os livros. São fantásticos . ( espero que Eragon fique com Arya . se naum eu morro ) pq no terceiro livro quando ela matou o espectro. parece que teve um lance entre eles…

  10. eu discordo dos dois últimos livros serem ruins, pelo contrário, axei tão interessante qto o primeiro, realmente o autor aprofunda-se mais nos personagens, o q faz eu me apaixonar mais por cada um deles. Mas ficou falatando um final no terceiro livro, terminar o livro com tragédia sem nem ao menos ter lançado o outro deixa agente xupando dedo rsrsrrsrrs… e to muito anciosa pra ver Eragon ficar com Arya, e se possivel, assim q derrotarem Galbatorix, Eragon e Murtugh fazerem as pazes

  11. É isso que o ultimo comentarista falou, estou ansiosa para ver Eragon e Murtagh fazerem as pazes!!! Estou achando o segundo livro enfadonho!!! Paolini não é essa coca-cola toda e o livro também não é… Harry Potter é bem melhor Ricky Riodan também. Mas gamei por Murtagh e quero ver o fim dessa história… Acho ele mais fodão que Eragon, mas fofo e mais o meu tipo… rsrsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: