• Categorias

  • Arquivos

  • Agenda

    setembro 2010
    D S T Q Q S S
    « ago   out »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930  

Gavestúdio: Motown e os “Funk Brothers”

Photobucket

Em 1959, Berry Gordy reuniu os melhores músicos de jazz e blues de Detroit, para criar músicas para sua nova gravadora. Por mais de 14 anos eles foram a alma da Motown e no fim de sua jornada eles já haviam criado mais sucessos que os Beatles, Beach Boys, Rolling Stones e Elvis Presley Juntos. Foram sem dúvidas a maior máquina de criação de sucessos que a história já viu. Eles se autodenominavam “The Funk Brothers”.

Os EUA viviam um grande momento na cena musical, grandes sucessos estavam surgindo por todo país, como Elvis no Mississipi que veio impactando o país com sua música nova e seus quadris, mas na essência da música, seus criadores permaneciam desconhecidos. E esses pioneiros da R&B eram encontrados em longínquas rádios tocando para seus verdadeiros fãs, mas ficaram frustrados ao ver seus companheiros brancos fazendo sucesso com o estilo que eles haviam criado enquanto eles permaneciam no anonimato. Então procuraram um lugar onde pudessem criar uma música que se libertasse do rótulo de música racial. Em Detroit esse som apareceu.


Pergunte a qualquer um que gosta de música se conhece a Motown. Ele logo lhe responderá que sim, que eram muito bons, citarão artistas como Marvin Gaye e Stevie Wonder. Mas se você perguntar sobre os “Funk Brothers” eles dirão: quem?

“Eles estavam por trás de tudo.” Otis Williams – The Templations

“Sem eles não existiria Motown. Este era o som, a base.” Paul Riser – Arranjador/ Produtor/ compositor de Motown.

Os Funk Brothers eram a essência, pioneiros mestres do groove. Eram eles: os guitarristas Eddie Willis, Joe Messina e Robert White. Os tecladistas Jhonny Griffth, Joe Hunter e o gênio Earl Van Dyke, criaram o irresistível tipo de frases melódicas através do coral de grooves de Motown. O coral continha o lendário baixista James Jemerson e Bob Babbitt e os percussionistas Jack Ashford e Eddie Bongo Brown, os bateristas Uriel Jones Pistol Allen e Benny “Papa Zita” Benjamin o criador da bateria de Motown.

Depois da segunda guerra a indústria automobilística tornou Detroit um lugar muito atraente para quem procurava um emprego estável, milhares de pessoas de todo país migraram para lá. James Jemerson veio da Carolina do Sul, Eddie Willis veio do Mississipi, Pistol de Memphis e Jackson do Tennessee. A maioria veio do norte para conseguir um emprego na indústria automobilística, porém isso era a última coisa que queriam e, de fato, não a fizeram por muito tempo.

Um dia Berry passou pelo Little Sam (um bar) em quanto alguns músicos tocavam e perguntou a Joe Hunter se teria tempo para falar com ele, Joe respondeu que tinha mais tempo que dinheiro. Berry explicou que queria abrir uma gravadora e precisava de bons músicos e queria saber se Joe conhecia alguns. Joe já conhecia “Papa Zita”, o baterista. Então marcou um ensaio e lá já encontraram James Jamerson no baixo.

Desde criança James pegava uma vareta com uma corda enrolada, a colocava no formigueiro, e fazia as formigas dançarem. Mais tarde ele e seus amigos pulavam a janela da escola acendiam uma fogueira e ficavam tocando piano e cantando músicas até o inicio da aula. Após a aula continuavam fazendo canções em uma casa abandonada que, por acaso, tinha uma baixo e um piano velho.

“Ele tocava com um dedo em todos os sucessos. Ele chamava de dedo “gancho”, todas as músicas que se ouviam eram feitas basicamente com um único dedo, eu mal consigo tocar com dois dedos as linhas que ele tocava”. James Jemerson Jr.

Photobucket

Não havia baixista melhor que James Jemerson, ninguém conseguia tocar o tempo dele, pois ele conseguia ouvir outro tempo na mente e tocar um “meio-tempo” contra o que você está tocando. Com sua criatividade James Jamerson mudou a história do baixo (após adotar o Precision bass ele ajudou muito na divulgação do novo instrumento) e da música para sempre.

Por hoje é só. Esta é uma história um pouco longa e praticamente não encontramos material escrito em português. Recorri a DVD’s, citações de outros artistas e a um, também escasso, material estrangeiro.

Escute algumas músicas aqui: http://www.lastfm.com.br/music/The+Funk+Brothers

Uma resposta

  1. Parabéns Anderson por lembrar deste marco da Música Mundial…a Motown reuniu os melhores músicos e artistas da época e nos deixou um legado sensacional musicalmente falando.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: