• Categorias

  • Arquivos

  • Agenda

    outubro 2010
    D S T Q Q S S
    « set   nov »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  

Gavestúdio – 70 Anos de uma lenda, John Winston “Ono” Lennon”

Aiken Fr… ou melhor, John Lennon

Em 9 de outubro de 1940, nascia um pequeno garoto que, mais tarde, se tornaria uma das lendas da música mundial. Setenta anos depois, percebemos o quão cedo esse cara nos deixou. E, no Gavestúdio de hoje, vamos comemorar esta data que, pelo menos os fãs do bom e velho Rock’n Roll, tem obrigação de lembrar.

Para quem viveu em marte nestes últimos quarenta anos, venho informar que John fez parte de uma das mais importantes bandas de Rock de todos os tempos: The Beatles. Com um vocal marcante, e uma guitarra base,  dando todos os recursos para que George desenvolvesse toda sua técnica na guitarra. John, além de um músico muito bom e um compositor FENOMENAL, também marcou sua geração na década de sessenta, como poeta, escritor, e quem diria, ator e até ilustrador de seus livros. Com uma personalidade ímpar, o próprio Eric Clapton disse em sua Autobiografia que “ John  tinha um sarcasmo contido em cada frase” que poucos conseguiam conviver com ele, e até o próprio Clapton afirmou não ter gostado de John logo na primeira vez que o encontrou, quando foi gravar uma música para o disco White Álbum, dos Beatles, onde gravou o solo da música While My Guitar Gently Weeps.

Nós podemos notar toda esta “acidez” nas suas frases mais famosas:

A ignorância é uma espécie de bênção. Se você não sabe, não existe dor.

A vida é aquilo que acontece enquanto você está planejando o futuro.

Vivemos num mundo onde nos escondemos para fazer amor! Enquanto a violência é praticada em plena luz do dia.

É uma falta de responsabilidade esperarmos que alguém faça as coisas por nós.

Na época da “Beatlemania”, ele soltou uma frase que gerou um grande problema não só pra ele, mas para todos os integrantes da banda, quando afirmou que: “A juventude está tão louca que até os Beatles estão mais famosos que Jesus Cristo”, venhamos e convenhamos que se pegarmos um trecho da frase, e interpretarmos de uma maneira mais “xiita”, ela acaba se tornando um um prato cheio para dizermos que John é contra o cristianismo, faz apologia ao ateísmo e outras coisas; e foi exatamente o que aconteceu: discos dos Beatles foram queimados nos EUA, onde grandes fogueiras foram formadas para eliminar aquela “praga enviada por satanás”.

Com o fim dos Beatles, ele continua sua vida, dedicando-se à sua carreira solo, à banda de sua “queridíssima” esposa, Plastic Ono Band, e ao ativismo social. Neste contexto, teve capa de disco censurada por aparecer nú com Yoko Ono nela, fez um protesto onde ficou em jejum como uma forma de protestar, deitado em sua cama com a presença de toda a imprensa. Teve uma vida de altos e baixos, onde chegou até a ser considerado inimigo público nos EUA.

Até que foi assassinado por um fã em Nova York, no dia 8 de Dezembro de 1980, em frente ao Edifício Dakota onde estava morando. Por curiosidade, este foi o Edifício que serviu de locação para o filme O  Bebê de Rosemary. O assassino disse que leu uma mensagem no livro O Apanhador no Campo de Centeio, falando que era pra ele matar John Lennon.

E assim acabou a vida de uma das figuras mais polêmicas da história do Rock mundial.

6 Respostas

  1. Ódio eterno desse assassino que matou Lennon u_u eahuehaauhe

  2. Meu beatle favorito❤

    'sua “queridíssima” esposa' – Não entendi as tuas aspas!!

    Beijos

  3. Julia
    coloquei entre aspas pois acho que no mundo Yoko só foi queria por Lennon mesmo…rsrs

    • 😛

      De fato, a maioria dos fãs têm raiva dela, mas eu num tenho nada nem contra nem a favor de Yoko. Creio que é tomar Lennon por um bobinho achar que ele tomou as decisões que tomou apenas por influência dela. Acredito que ele era inteligente o bastante para optar pelo caminho dele. E sei lá, acho que os Beatles tiveram a história mágica que teriam que ter. Acabaram no auge e viraram lenda

  4. musicalmente falando acho os beatles muito bons, mas quanto as atitudes deles, não gosto nem um pouco, como por exemplo, quando foram nomeados “sir” estavam tão chapados que não lembram de nada

  5. Apesar de curtir mais as msks do George Harrison, a genialidade do Lennon pro seu tempo eh inegável… um dos maiores compositores do rock dos anos 60/70, ao lado de Bob Dylan, Hendrix e etc.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: