• Categorias

  • Arquivos

  • Agenda

    dezembro 2010
    D S T Q Q S S
    « nov   jan »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  

Crítica: Go! Vamos Nessa, de Doug Liman

Doug Liman não poderia ter sido apresentado ao grande público de maneira mais eficiente; depois do burburinho que criou nos círculos independentes com “Swingers – Curtindo a Noite” o diretor nova-iorquino teve a chance de levar para as telas um autêntico conto da juventude dos anos 90. Claro, há certo exagero nas doses de adrenalina e dinamismo nas três histórias que se intercalam durante toda a projeção; mas é fato que o roteiro consegue amarrar drama, ação e humor em 100 minutos de tirar o fôlego.

É véspera de Natal na agitada cidade californiana de Los Angeles. Na primeira história conhecemos Ronna (Sarah Polley), atendente de caixa que atravessa problemas financeiros sérios e que por coincidência tem a oportunidade de faturar algum traficando entorpecentes em uma festa rave. Na segunda e mais divertida história um grupo de quatro amigos sai de LA em direção a Las Vegas para o feriado, cidade tão conhecida nos filmes por muito frequentemente tornar real a mais famosa Lei de Murphy: se algo pode dar errado, certamente dará. Já no último conto acompanhamos uma dupla de atores (Scott Wolf e Jay Mohr) que está sendo obrigada por um policial a ajudar na prisão de seu fornecedor de drogas.
O motor que faz girar a ação de Vamos Nessa é sem dúvida a abordagem dos excessos. Liman e o roteirista John August afirmam claramente que a desgraça dos personagens reside na falta de tino em discernir quando parar ou quando determinadas situações já não podem mais ser controladas; ou seja, o pensar antes de agir é uma característica pouco empregada aqui. Não há, contudo, julgamento de valores, tampouco lições a serem aprendidas, esqueça isso. Não é porque o filme se passa no dia 24 de dezembro que estaremos presenciando fatos inspiradores e mensagens bonitinhas. Até mesmo porque sem a intempestividade dos personagens muito da dinâmica e diversão que o filme proporciona estariam perdidas.
Encontramos a semente dos filmes posteriores de Liman em Go; como A Identidade Bourne, por exemplo. Edição rápida, câmera na mão, tomadas elegantes e ágeis, além de uma trilha sonora sempre para cima compõem o frame da euforia. Para constatar isso basta ver algumas das cenas que envolvem carros no segundo conto, como cada situação que está sendo vista na tela casa perfeitamente com a música, quase sempre clássicos no pop noventista. E quem podia imaginar que a combinação da breguíssima “Macarena” com uma viagem de ecstasy poderia se tornar uma sequência que beira o cult? E vejam, quando atualmente está na moda inserir tudo quanto é de menção do mundo pop em filmes legaizinhos, Doug Liman já fazia isso há bastante tempo…
Apesar da boa cadência e desenvolvimento temporal das três histórias no conto final a correria é um tanto quanto diminuída, tornando esse pedaço do filme um pouco mais contemplativo. Porém, este fato é compensado por uma injeção de humor calibrada, o que nos ajuda a chegar ao final do filme curtindo praticamente tudo o que foi visto até o momento. Último filme da fase pré-hollywood de Doug Liman, Go – Vamos Nessa é retrato exagerado da juventude desregrada; e por mais surpreendente que seja, de certo modo segue uma cartilha bem característica dos filmes da Pixar: é um filme que não desdenha da inteligência do público e diverte aglutinando eficientemente diversos tipos de emoção, desde o riso ao suspense, e não necessariamente em cenas diferentes. Pena que Liman não tenha conseguido repetir o quinhão de despojo e satisfação que filmes como Vamos Nessa deixam transparecer…

Notas (numa escala de 0 a 5):

Imagem: 4.5

Som: 4.5

Geral: 4.5

*Imagens: The Movie Picture Database

**Trailer:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: