• Categorias

  • Arquivos

  • Agenda

    janeiro 2011
    D S T Q Q S S
    « dez   fev »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  

Gavestúdio – A música e o Sobrenatural

Morram hereges!!!!!!!!

Rapha Oliveira de volta com o Gavestúdio, finalmente, após um pequeno hiato devido a alguns problemas que vieram em série (mas que já foram solucionados), e, desde já, desejo a todos um ótimo 2011! Nada melhor do que começar com um tema que é bastante instigante. No último Gavestática que participei, o Fábio me falou que estou virando especialista em assuntos insólitos, e toda vez que rola um tema desses, sempre lembram de mim, então por que não trazer estes assuntos insólitos para a pauta musical do nosso Gavestúdio? ENJOY!

Pois bem, hoje vou provar para vocês que a música e o sobrenatural frequentemente se encontram por esses caminhos tortuosos de fãs gritando, luzes, gelo seco e volume alto.

Podemos até começar citando uma banda que, para mim, tem tudo a ver com este post, e se não fosse o primeiro caso a ser tratado aqui, talvez eu perdesse muito crédito com vocês. Estou falando de Led Zeppelin.

Os integrantes da banda tem até certo ponto um envolvimento com o ocultismo, pricipalmente o guitarrista Jimmy Page, que foi um estudioso ferrenho das obras e do pensamento do bruxo Aleister Crowley, inclusive o próprio Page comprou o Castelo de Boleskine, que pertencia ao bruxo. Os outros são acusados por envolvimentos em ocultismo, inclusive pelos símbolos que os representam na banda, que seriam mensagens através da simbologia, como podemos ver na imagem acima. Todos os símbolos possuem uma conotação onde muitos especulam algo diferente, mas que só os membros sabem o seu verdadeiro significado.

Para continuar vamos dar o exemplo de duas músicas que tem como tema o sobrenatural, ou o envolvimento com o “capiroto”!

A primeira é um clássico do Rock, que talvez os mais “xiitas” usem para tentar justificar aquela frase “O Diabo é o Pai do Rock”. Estou falando da música Sympathy For The Devil do Rolling Stones, que também foi regravada pelo Guns’n Roses.

Vamos à alguns trechos da música.

E eu estava por lá quando Jesus Cristo

Teve seu momento de dúvida e dor.

Certifiquei-me de que Pilatos

Lavasse suas mãos e selasse seu destino

Prazer em conhecê-lo

Espero que adivinhe meu nome

Mas o que está te intrigando

É a natureza de meu jogo”

Digamos que esta letra é bastante descarada, e não tem como negar a sua temática diabólica. Porém, existe outra música que também é um clássico do Rock, mas sua temática está mais subjetiva e, digamos que, até subliminar. Estou falando de Hotel Califórnia dos Eagles, que venhamos e covenhamos, a música é fod*, mas sua letra te deixa com uma pulga atrás da orelha.

Segue alguns trechos:

“Lá estava ela na entrada da porta;
Eu ouvi o sino da recepção e estava pensando comigo mesmo:
Este poderia ser o Paraíso ou este poderia ser o Inferno”.

Espelhos no teto, o champagne rosa no gelo,
E ela disse: “Nós todos somos apenas prisioneiros aqui
Do nosso próprio ardil”.
E nas salas dos chefes,
Eles reuniam-se para o banquete.
Eles apunhalam com seus facas de aço,
Mas simplesmente não conseguem matar a fera. “

A última coisa que me lembro, eu estava
Fugindo para a porta.
Eu tinha de encontrar a passagem de volta
Ao lugar onde estava antes.
“Relaxe”, disse o homem da noite,
“Nós estamos programados para hospedar:
Você pode desocupar o quarto a qualquer hora que deseje,
Mas você nunca pode ir embora!”

Digamos que deixa uma sensação de “que porra é essa?”, dizem que o bendito Hotel Califórnia era uma Igreja que se transformou num local onde se faziam cultos satânicos, e dizem também que o próprio “Djabo” aparece na capa do disco Hotel Califórnia, tirem suas próprias conclusões com a imagem abaixo!

Este assunto é bastante vasto, pois podemos notar o envolvimento proposital (ou não) de várias bandas com este universo do oculto, do diabólico, do sobrenatural. Vendo o histórico de bandas como Black Sabath, Iron Maiden dentre outras que são daquela linha do Black Metal mais carregado de influência satanista, poderíamos passar o resto do ano citando tais bandas e tais casos, porém, prefiro ficar por aqui, pois finalmente passei a mão na testa suada, e finalizei este primeiro post de 2011, afinal, o Diego Flyfish está de prova que forças sobrenaturais tentaram atrapalhar a postagem… Mas, consegui, Engavetados, resisti bravamente às forças ocultas! Até o próximo!

8 Respostas

  1. Ótimo post, cara. Esse é um assunto muito vasto mesmo! Hehe

    Não diria intrigante, porque acho que boa parte dessas coisas é marketing ou pura viagem de lcd mesmo, mas ainda sim super interessante.

    Agora isso do Led Zepplin. Porra! Se só os caras sabem os reais significados, qual é o sentido da mensagem oculta? Hahaha

    A letra de Sympathy For The Devil é bem interessante, nunca tinha parado para reparar. E esse show acústico dos Eagles eu tinha o dvd, e sempre colocávamos com legendas em inglês pra acompanhar a música. Eu NUNCA tinha entendido aquela letra hehe.. Mas olhando por esse aspécto sobrenatural, fica bem legal mesmo.

    Me pergunto agora se o hotel de O Iluminado foi inspirado nesse Hotel california, pois a letra me lembrou bastante do livro.

    E sobre isso do post, é verdade. Toda vez que o Rapha começava a escrever sobre o hotel california, o word travava. Ele podia falar de outras coisas que nada acontecia, falou do hotel: “PANNNN”.

    Um caso legal também é o Marilyn Manson, que existe toda uma mitologia lá com os nomes dos integrantes das bandas que era sempre uma junção de nomes de atrizes com serial killers, algo assim. Os marketeiros ainda fizeram uma imagem do cara como se fosse o anti-cristo em forma de rock star… Hehehe. Me lembro que em cada show dele sempre juntava do lado de fora umas tias velhas religiosas fazendo protesto pros jovens não entrarem.

    E o mais escroto foi que depois de um tempo, o cara mesmo desmistificou toda a parada. Teve um programa na MTV em que ele mostrou um pouco da rotina dele e o cara era um sujeito todo manso, bem diferente das performances dele no palco.

  2. Já tinha ouvido falar dessa história da letra do Hotel Califórnia…(ainda to procurando o dito cujo na capa acima kkkk) Mas desde q eu ouvi flr, fiquei até com medo de ouvir essa música :X

    Concordo com o Diego, a maioria é mesmo puro marketing. Aumenta o mistério, as vendas e, consequentemente, o dinheiro no bolso dos caras =p

    • Bom segundo uma entrivista dos caras do Eagles sobre a letra de hotel california, eles afirmaram que sua letra é uma representação do “Sonho americano” ou seja uma coisa aparentemente bonita, mas que no fundo é uma coisa terrivél e te aprisiona.

      mas há uma grande diferença entre o que é real e o que as pessoasl dizem

  3. Realmente Fly, eu também acredito muito no golpe de marketing, porém eu tbm acho que o golpe de marketing é usado para encobrir determinadas coisas também. Pois vira uma banalização do diabólico do sobrenatural com a desculpa do marketing…

    É claro também numa letra do Queen da música, Bohemian Rapsody, que só agora lembrei infelizmente não coloquei no post. A música é carregada de duplo sentido e a frase final da letra é “Beelzebu has the devil put aside for me, for me, for me!”

    E também acho que o Queen nunca fez uma apologia discarada ao ocultismo, igual a bandas como Sabath e Iron Maiden, então alguma coisa deve ter que não se justifica por apenas golpe de Marketing.

    • Além do marketing e das drogas, como falei antes, acho que também existe uma parcela de músicos que faziam pra dá uma zuada também. Colocando esses duplos sentidos justamente pro pessoal ficar louco e paranoico procurando significados nas letras.

      Enfim, deve ter também uma pequena parcela desses caras que estavam falando sério, mas nunca devem ter conseguido fazer algum mal verdadeiro a alguém, ou se fez, conseguiu encobrir muito bem isso.

  4. Lembro que no Iútubi tinha um vídeo de Meu Cãozinho Xuxu ao contrário, bem bizarro. Depois tiraram esse link, talvez a Xuxa tenha reclamado. Bem, não sei se esse comment cabe aqui, porque aí você tem que partir do princípio de que o que existe nos CDs da Xuxa é música…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: